Josemaría Escrivá Obras
972

Uma norma fundamental de bom governo: repartir responsabilidades; sem que isso signifique procurar a comodidade ou o anonimato. Insisto: repartir responsabilidades, pedindo a cada um contas do seu encargo, para podermos "prestar contas" a Deus; e às almas, se for preciso.

Anterior Ver capítulo Seguinte