Josemaría Escrivá Obras
777

Ontem vi um quadro de Jesus morto, que me encantou. Um anjo, com unção indizível, beija-lhe a mão esquerda; outro, aos pés do Salvador, tem um cravo arrancado da Cruz; e, em primeiro plano, de costas, olhando Cristo, um anjinho pequenino chora.

Pedi a Nosso Senhor que me oferecessem o quadro: é bonito, respira piedade. Entristeceu-me saber que uma pessoa, a quem se mostrou a tela para que a comprasse, a recusou dizendo: "Um cadáver!". Para mim, serás sempre a Vida.

Anterior Ver capítulo Seguinte