Josemaría Escrivá Obras
751

Ante todas as maravilhas de Deus e ante todos os nossos fracassos humanos, temos de reconhecer: - Tu és tudo para mim: serve-te de mim como quiseres! - E a solidão já não existirá para ti, para nós.

Anterior Ver capítulo Seguinte