Josemaría Escrivá Obras
749

Não me percas nunca de vista o ponto de mira sobrenatural. Rectifica a intenção, como se rectifica o rumo do barco no alto mar: olhando a estrela, olhando para Maria. E terás a segurança de chegar sempre a bom porto.

Anterior Ver capítulo Seguinte