Josemaría Escrivá Obras
469

Proponho-te uma boa norma de conduta para viveres a fraternidade, o espírito de serviço: que, quando faltares, os outros possam continuar a tarefa que tinhas entre mãos, pela experiência que generosamente lhes transmitiste, sem te tornares imprescindível.

Anterior Ver capítulo Seguinte