Josemaría Escrivá Obras
408

O espírito de penitência está principalmente em aproveitar essas abundantes ninharias - acções, renúncias, sacrifícios, serviços... - que encontramos todos os dias no caminho, convertendo-as em actos de amor, de contrição, em mortificações, formando assim um ramalhete ao fim do dia: um bonito ramo que oferecemos a Deus!

Anterior Ver capítulo Seguinte