Josemaría Escrivá Obras
167

A recordação, inesquecível, dos favores recebidos de Deus deve ser sempre um impulso vigoroso; e, mais ainda, na hora da tribulação.

Anterior Ver capítulo Seguinte