Josemaría Escrivá Obras
156

A santidade tem a flexibilidade dos músculos soltos. Quem quer ser santo sabe comportar-se de tal maneira que, ao mesmo tempo que faz uma coisa que o mortifica, omite - se não for ofensa a Deus - outra que também lhe custa, e dá graças a Nosso Senhor por esta comodidade. Se os cristãos actuassem de outra maneira, corriam o risco de se tornarem tesos, sem vida, como uma boneca de trapos.

A santidade não tem a rigidez do cartão; sabe sorrir, ceder, esperar. É vida: vida sobrenatural.

Anterior Ver capítulo Seguinte