Josemaría Escrivá Obras
752

Sempre. - Para sempre! - Palavras muito manuseadas pelo esforço humano de prolongar - de eternizar - o que é agradável. Palavras mentirosas, na Terra, onde tudo se acaba.

Anterior Ver capítulo Seguinte