Josemaría Escrivá Obras
557

Devoção de Natal. - Não sorrio quando te vejo fazer as montanhas de musgo do Presépio e dispor as ingénuas figuras de barro em volta da gruta. - Nunca me pareceste mais homem do que agora, que pareces uma criança.

Anterior Ver capítulo Seguinte