Josemaría Escrivá Obras
 
 
 
 
 
 
  Santo Rosário > Mistérios dolorosos. 1.- A oração de Jesus no horto > Ponto 6
6

Orai, para não entrardes em tentação. - E Pedro adormeceu. - E os outros Apóstolos. - E adormeceste tu, menino amigo... e eu fui, também, outro Pedro dorminhoco.

Jesus, só e triste, sofria e empapava a terra com o Seu sangue.

De joelhos, sobre a terra dura, persevera na oração... Chora por ti... e por mim: esmaga-O o peso dos pecados dos homens.

Pater, si vis, transfer calicem istum a me. - Pai, se quiseres, faz com que se afaste de Mim este cálice... Não se faça, porém, a minha vontade, sed tua fiat, mas a tua (Lc XXII, 42).

Um anjo do céu O conforta. - Jesus está na agonia. - Continua a orar prolixius, mais intensamente... Aproxima-Se de nós, que dormimos: Levantai-vos, orai - repete-nos -, para não cairdes em tentação (Lc XXII, 46).

Judas, o traidor: um beijo - A espada de Pedro brilha na noite. - Jesus fala: Vindes buscar-Me como a um ladrão? (Mc XIV, 48).

Somos covardes: seguimo-Lo de longe, mas acordados e orando. - Oração... Oração...

[Imprimir]
 
[Enviar]
 
[Palm]
 
[Gravar]
 
Traduzir ponto para:
Anterior Seguinte