Josemaría Escrivá Obras
358

A tua oração há-de ser a do filho de Deus; não a dos hipócritas que hão-de ouvir de Jesus aquelas palavras: "Nem todo o que diz Senhor!, Senhor!, entrará no Reino dos Céus".

A tua oração, o teu clamar "Senhor!, Senhor!" há-de ir unido, de mil formas diferentes ao longo do dia, ao desejo e ao esforço eficaz por cumprir a Vontade de Deus.

Anterior Ver capítulo Seguinte