Josemaría Escrivá Obras
332

A alegria é consequência necessária da filiação divina, de nos sabermos queridos com predilecção pelo nosso Pai Deus que nos acolhe, nos ajuda e nos perdoa.

Lembra-te bem e sempre: mesmo que alguma vez pareça que tudo vem abaixo, nada se desmorona, porque Deus não perde batalhas.

Anterior Ver capítulo Seguinte