Josemaría Escrivá Obras
302

Sempre que entro no oratório, digo ao Senhor - voltei a ser criança - que ninguém O ama mais do que eu.

Anterior Ver capítulo Seguinte