Josemaría Escrivá Obras
174

Vês-te como um pobrezinho a quem o amo tirou a libré - só pecador! -, e entendes a nudez sentida pelos nossos primeiros pais.

Devias estar sempre a chorar. E muito choraste; muito sofreste. No entanto, és muito feliz. Não te trocarias por ninguém. O teu "gaudium cum pace", a tua alegria serena, há muitos anos que a não perdes. Agradece-la a Deus, gostarias de levar a todos o segredo da felicidade.

Sim, compreende-se que muitas vezes tenham dito - apesar de não te importares nada com o "que dizem" - que és "homem de paz".

Anterior Ver capítulo Seguinte