Josemaría Escrivá Obras
 
 
 
 
 
 
Caminho Caminho > Introdução  
Caminho, fruto do trabalho sacerdotal que São Josemaría Escrivá tinha iniciado em 1925, aparece pela primeira vez em 1934 (em Cuenca, Espanha) com o título de "Consideraciones Espirituales". Na edição seguinte -realizada em Valência em1939 -, o livro, notavelmente ampliado, recebe já o seu título definitivo. Desde então difundiu-se com um ritmo contínuo e progressivo. Actualmente, publicaram-se de Caminho cerca de 4.500.000 exemplares em 43 idiomas.

Caminho tem um estilo directo, de diálogo sereno, em que o leitor se encontra frente às exigências divinas num ambiente de confiança e amizade. Quando se publicou em Itália, L'Osservatore Romano comentou: "Mons. Escrivá de Balaguer escreveu mais que uma obra mestra, escreveu inspirando-se directamente no coração, e ao coração chegam directamente, um a um, os parágrafos que formam Caminho ."


Lê devagar estes conselhos. Medita pausadamente nestas considerações. São coisas que te digo ao ouvido, em confidência de amigo, de irmão, de pai. E estas confidências são ouvidas por Deus. Não te contarei nada de novo. Vou reavivar as tuas recordações, para que se eleve algum pensamento que te fira, e assim melhores a tua vida e entres por caminhos de oração e de Amor. E acabes por ser alma de critério. (Caminho, Prólogo do autor)