Josemaría Escrivá Obras
886

Quando uma alma de criança apresenta ao Senhor os seus desejos de indulto, deve estar certa de que, em breve, verá cumpridos esses desejos. Jesus arrancará da alma a cauda imunda que arrasta pelas suas misérias passadas; tirará o peso morto, resto de todas as impurezas, que a faz prender-se ao chão; atirará para longe do menino todo o lastro terreno do seu coração, para que suba até à Majestade de Deus, para fundir-se na labareda viva de Amor que Ele é.

Anterior Ver capítulo Seguinte