Josemaría Escrivá Obras
 
 
 
 
 
 
  Caminho > Táctica > Ponto 837
837

Galopar, galopar!... Fazer, fazer!... Febre, loucura de mexer-se... Maravilhosos edifícios materiais...

Espiritualmente: tábuas de caixote, percalinas, cartões pintalgados... galopar!, fazer! - E muita gente a correr; ir e vir.

É que trabalham para o momento que passa: "estão" sempre "no presente". - Tu... hás-de ver as coisas com os olhos de eternidade, "tendo no presente" o fim e o passado...

Quietude. - Paz. - Vida intensa dentro de ti. Sem galopar, sem a loucura de mudar de sítio, no lugar que na vida te corresponde, como um poderoso gerador de electricidade espiritual, a quantos não darás luz e energia!... Sem perderes o teu vigor e a tua luz.

[Imprimir]
 
[Enviar]
 
[Palm]
 
[Gravar]
 
Traduzir ponto para:
Anterior Ver capítulo Seguinte