Josemaría Escrivá Obras
723

Que tudo te é indiferente? - Não queiras iludir-te. Agora mesmo, se eu te perguntasse por pessoas e por actividades, em que por Deus empenhaste a tua alma, havias de responder-me - briosamente! - com o interesse de quem fala de coisa própria.

Não: para ti, não é tudo indiferente - é que não és incansável..., e necessitas de mais tempo para ti; tempo que será também para as tuas obras, porque, no fim de contas, tu és o instrumento.

Anterior Ver capítulo Seguinte