Josemaría Escrivá Obras
701

Não ouviste dos lábios do Mestre a parábola da videira e das varas? - Consola-te. Ele é exigente contigo porque és vara que dá fruto... E poda-te, "ut fructum plus afferas" - para que dês mais fruto.

É claro: dói esse cortar, esse arrancar. Mas depois, que louçania nos frutos, que maturidade nas obras!

Anterior Ver capítulo Seguinte