Josemaría Escrivá Obras
 
 
 
 
 
 
  Caminho > Oração > Ponto 110
110

Disseste-me uma vez que parecias um relógio desarranjado, que bate a desoras: estás frio, seco e árido à hora da tua oração; e, pelo contrário, quando menos era de esperar, na rua entre os afazeres de cada dia, no meio do barulho e do alvoroço da cidade, ou na quietude laboriosa do teu trabalho profissional, surpreendes-te a orar... A desoras? Talvez... Mas não desperdices essas badaladas do teu relógio. - O Espírito sopra onde quer.

[Imprimir]
 
[Enviar]
 
[Palm]
 
[Gravar]
 
Traduzir ponto para:
Anterior Ver capítulo Seguinte